Loucura

Kandinsky

Kandinsky

“Ela olhou-me no fundo dos olhos
lambeu minha alma
como os animais à cria
e me disse:
– se a vida se tornar
insuportável
eu te dou abrigo.”

Miriam Portela, minha mãe, minha poeta preferida.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Outros poetas

Uma resposta para “Loucura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s